Boa noite!  Sábado 21/10/2017 03:03
Trabalhadores apoiam ações para
intensificar mobilização na base

O Sindicato realizou mais uma assembleia da campanha salarial. O ato, na manhã desta sexta (6), mobilizou os cerca de 250 funcionários da Marília (Macedo). Os companheiros aprovaram todas as ações que serão desenvolvidas pelo Sindicato, visando reforçar as negociações com os grupos patronais. A meta da campanha é garantir aumento real de salário e manutenção dos direitos assegurados nas Convenções Coletivas.

A assembleia teve a presença do vice-presidente do Sindicato, Josinaldo José de Barros (Cabeça), a diretora Roseli Lima (que é funcionária da empresa) e o assessor Chitão.

Cabeça diz: "Explicamos aos trabalhadores todas as maldades impostas pela reforma trabalhista, que entra em vigor a partir de 11 de novembro. As novas regras atacam mais de 100 direitos trabalhistas previstos na legislação atual. Ela pode significar o fim da Convenção Coletiva e da própria CLT".

Pauta - Roseli destaca: "Foi uma das principais assembleias que realizamos na empresa, que me deixou até emocionada com a resposta mais que positiva dos meus companheiros. De quebra, com apoio de todos, apresentamos uma pauta de reivindicações".

Sobre a pauta, o Sindicato protocolou documento dando prazo de cinco dias para a direção da Marília apresentar uma resposta. Os funcionários pedem melhoria na qualidade da cesta básica e aumento no valor da PLR (Participação nos Lucros e/ou Resultados).

Campanha - As rodadas de negociação com os grupos patronais estão em pleno andamento. Na próxima segunda (9), às 10 horas, está agendada nova reunião com o Sindimaq. Será na sede da Federação dos Metalúrgicos de São Paulo.


Vice-presidente Josinaldo José de Barros (Cabeça), diretora Roseli Lima e o assessor Chitão participaram da assembleia