Boa tarde!  Domingo 22/04/2018 13:09
• 11/1/2018 - quainta-feira


Acordos beneficiam metalúrgicos
de empresas do Sindimotor e Sindisider


O Sindicato e a Federação da nossa categoria finalizam as últimas negociações da Campanha Salarial de 2017, referente à data-base de 1º de novembro. No final de dezembro, foram fechados acordos em mais dois grupos patronais que ainda não tinham assinado a renovação das Convenções Coletivas. Todos os direitos obtidos em negociações anteriores estão garantidos também no Sindimotor e Sindisider.

Agora, somente o Grupo 10, como nos últimos anos, não tem proposta para fechar negociação. O presidente do Sindicato, José Pereira dos Santos, afirma: “Conseguimos renovar as Convenções Coletivas, preservando direitos ameaçados de corte pela reforma trabalhista de Temer. Ou seja, evitamos que os trabalhadores fossem prejudicados pela nova lei”.

Além do Sindimotor e Sindisider, foram fechadas negociações com Fundição, Sindipeças, Simefre, Sinafer, Sicetel, Siescomet, Siniem, Estamparia, Sindal, Sindratar, Sindifupi/Sindimaq e Sinaees.

Como ficou

SINDIMOTOR
- O reajuste será de 1,83% sobre os salários de 31 de outubro, a partir de 1º de agosto. O Piso salarial subirá para R$ 1.334,78, nas empresa com até 50 funcionários; e R$ 1.469,35 nas com mais de 50 funcionários. Abono salarial de 15% sobre salário de outubro. 5% foi pago em dezembro; 5% sai até 20 de fevereiro e mais 5% até 20 de abril.

SINDISIDER - O reajuste será de 1,83% sobre os salários de outubro, a partir de 1º de agosto (teto de R$ 8.578,00, fixo de R$ 156,98). Piso chega a R$ 1.430,00 (empresas com até 350 funcionários) e R$ 1.689,00 (mais de 350 funcionários).

O abono salarial de 15% será parcelado em três vezes: 5% até 20 de janeiro; 5% até 20 de fevereiro; e 5% até 20 de abril (teto de R$ 8.578,00).


6/12 - Diretor Cabeça durante assinatura de acordos coletivos na sede da Federação