Boa noite!  Domingo 21/04/2019 20:30
• 24/1/2019 - quinta-feira

Trabalhadores dão crédito de confiança
mas reafirmam que podem parar

Os funcionários da Hecar (Jardim Otawa) aprovaram nesta quinta (24) a proposta apresentada pela empresa, visando a regularização dos atrasados em até 15 dias. Indignados com os recorrentes atrasos, os trabalhadores tinham decidido cruzar os braços a partir de hoje se a fábrica não apresentasse um cronograma de pagamento. 

A Hecar está sem pagar os salários de dezembro, além do adiantamento referente ao pagamento de janeiro (vencido dia 20) e a segunda parcela do 13º.

A assembleia nesta manhã foi conduzida pelo vice-presidente Josinaldo José de Barros (Cabeça) e a diretora Roseli Lime, com apoio do assessor Fernando Santos (Feijão).


Vice-presidente Cabeça fez assembleia na porta da fábrica nesta quinta (24)

RT do Amaral - A situação da Hecar se repete na RT do Amaral (Cumbica). Os trabalhadores reclamam que os atrasos na empresa também são frequentes. Nosso diretor José João da Silva (Jau) reuniu os funcionários nesta manhã, para cobrar uma solução. Ele conta: “Os companheiros decidiram dar 15 dias para fábrica quitar as dívidas”.

Delegado sindical - Dois trabalhadores da Cummins (Cumbica) foram eleitos quarta (23) delegados sindicais na empresa. Antonio Carlos de Lima (Liminha) e Jaciel Barbosa dos Santos voltam ao cargo depois de desempenharem a função em 2017. 

Nosso vice-presidente Josinaldo José de Barros (Cabeça) acompanhou a eleição: “Os delegados voltam ao cargo. Eles são muito ativos dentro da Cummins e é disso que precisamos: de trabalhadores que sejam o elo entre a nossa entidade e os funcionários da empresa”.