Boa tarde!  Segunda 17/06/2019 15:50
• 1º/4/2019 - segunda-feira

Sindicato confere se o pagamento
dos seus direitos está correto


Durante décadas foi assim: o empregado demitido ou que se demitia fazia a conferência das verbas trabalhistas na entidade de classe. Mas a lei trabalhista de Temer (13.467) liberou geral. Agora, a homologação do empregado pode ser feita até pelo próprio patrão.

É um absurdo, pois a conferência das contas não terá o rigor necessário e o trabalhador pode vir a receber menos do que tem direito.

Portanto, se você for dispensado ou pedir demissão, procure o Sindicato, para a devida orientação. Mais: não assine carta na empresa autorizando que ela mesma faça o seu acerto.

E se a homologação já aconteceu? Pegue a papelada e vá ao Sindicato, pra conferirmos. Seu estiver errado, nosso Jurídico pedirá à empresa que conserte o erro. Se ela não refizer a homologação, entramos com processo judicial.


Advogados do nosso sindicato conferem verbas rescisórias corretamente

Sindipeças - Na Convenção Coletiva dos trabalhadores nas empresas de autopeças, nós conseguimos derrotar a lei de Temer e manter homologação obrigatória no Sindicato.

Advogado -
Marcílio Penachioni, que dirige o Jurídico do Sindicato, orienta: 1) Exija que suas contas sejam homologadas no Sindicato; 2) Não assine carta liberando a homologação; 3) Passe no Sindicato - antes ou depois - pra fazermos a conferência dos valores pagos.

Mais - Ligue 2463.5300 e fale com um dos nossos diretores!