Boa tarde!  Sexta 24/05/2019 13:56
• 2/5/2019 - quinta-feira


Mobilização total até a greve geral
marcada para 14 de junho


As Centrais Sindicais celebraram o 1º de Maio nesta quarta, no Vale do Anhangabaú, Centro da capital paulista, com protestos contra a reforma da Previdência. Além disso, anunciaram convocação de uma Greve Geral para o dia 14 de junho.

Nosso Sindicato esteve presente no evento. A ordem agora é mobilizar a base metalúrgica de Guarulhos e região para reforçar a greve.


Diretoria e assessoria participam do 1º de Maio, no Vale do Anhangabaú, Centro de São Paulo

Nosso presidente José Pereira dos Santos fez um balanço do 1º de Maio, que foi histórico e uniu todas as Centrais Sindicais.

Pereira afirma: “Foi um marco na vida do trabalhador brasileiro. Há mais de 40 anos não havia essa união. Foi importante para o resgate da luta sindical neste País. Resgate da dignidade dos trabalhadores. Essa união vai trazer bons frutos para o futuro. Vai se criar um novo movimento sindical, que terá mais respeito do trabalhador”.

http://www.metalurgico.org.br/sites/arquivos/uploads/20061.jpg
Nosso Sindicato reforçou protesto contra a reforma da Previdência


Cabeça - O vice-presidente Josinaldo José de Barros (Cabeça) pede mobilização nas bases, a fim de reforçar a greve do dia 14 de junho.

“Vamos a Greve Geral! A partir de agora estaremos nas bases, para orientar os trabalhadores e chamar todos pra luta. Se as famílias brasileiras não estiverem engajadas nessa mobilização, vamos ter dificuldades para barrar a reforma”, diz.

Zóião - Nosso secretário-geral Pedro Pereira da Silva (Zóião) fala da importância da participação do Sindicato no evento unitário. “Os metalúrgicos de Guarulhos jamais poderiam estar fora desta luta. Foi um movimento histórico. Todas as Centrais se reuniram para dizer que não podemos aceitar a reforma da Previdência”.

Ele completa: “Temos que, a partir deste 1º de Maio, mobilizar todas as bases, todos os trabalhadores pra Greve Geral em junho. Temos que orientar nossos trabalhadores. Vamos às fabricas, chamar os companheiros pra esta grande mobilização e dar um basta nesse governo que quer vender nosso País para os Estados Unidos”.

Festa - Com shows populares desde as 10 horas, o 1° de Maio de 2019, o Dia do Trabalhador Unificado das Centrais Sindicais reuniu mais de 200 mil pessoas no Vale do Anhangabaú, Centro de São Paulo. Em todo o Brasil, atos unificados reuniram mais de 1 milhão e meio de pessoas.


Festa reuniu mais de 200 mil pessoas no Centro de São Paulo



População marcou presença e assistiu show de artistas populares