Boa noite!  Terça 23/07/2019 05:59
• 5/7/2019 - sexta-feira


Pressão dobra resistência patronal
e garante PLR na Cindumel


Foram necessárias duas reuniões, sem acordo, e duas assembleias, com recusa dos companheiros, para que os 250 funcionários da Cindumel (Itapegica) saíssem vitoriosos no acordo de PLR - Participação nos Lucros e/ou Resultados. O Sindicato coordenou as negociações.


Diretores Evandro, Chorão e Ricardo conduzem a segunda assembleia na Cindumel

Na quinta (4), houve segunda assembleia, e a proposta da empresa acabou recusada. Encontro foi conduzido pelos diretores Evandro Pereira, José Carlos Santos OIiveira (Chorão) e Ricardo Pereira de Oliveira.

Evandro, que é funcionário da fábrica, conta: “Em duas oportunidades o que a Cindumel queria pagar foi recusado por unanimidade. Na quinta, ficou decidido que o Sindicato protocolasse documento com prazo de 48 horas para a fábrica melhorar sua proposta. Não precisou.”

“Logo após a assembleia fui procurado pela direção da Cindumel, com uma proposta bem melhor, que agradou os companheiros”, conta Evandro.  O benefício mantém o valor do ano passado, derrotando a pretensão da empresa, que não queria pagar R$ 1.900,00.  “Foi mais uma vitória da união Sindicato-trabalhador”, comenta Chorão. Pagamento sai em julho e fevereiro - 50% do valor em cada parcela.