Boa tarde!  Sábado 23/02/2019 12:15

Palavra do Pereira

Economia forte torna o Brasil mais justo

O Brasil já teve períodos sem eleição. Já viveu períodos de eleições em meio a graves crises. E, agora, felizmente, fará o segundo turno da eleição presidencial com o País crescendo e distribuindo renda.

Quero citar dois exemplos concretos. O primeiro é quanto ao 13º salário, que, este ano, segundo o Dieese, será 20% superior ao montante pago aos brasileiros em 2009. No ano passado, o 13º injetou R$ 85 bilhões na economia. Este ano, o montante chegará a R$ 102 bilhões. Outro dado importante é que, em 2010, haverá mais brasileiros (exatamente mais 5,8%) recebendo o benefício.

Essa boa notícia, felizmente, vem acompanhada de outro fato relevante, que é a redução do desemprego. O estudo periódico do IBGE mostra que o desemprego em setembro ficou em 6,2%, ou seja, o menor índice desde que esse tipo de levantamento começou a ser feito, em 2002.

Há um terceiro fato, não menos importante, que são os aumentos reais que vêm sendo obtidos por muitas categorias, como metalúrgicos, bancários e outras.

Tudo isso, somado, gera um ambiente muito positivo para a economia brasileira e a distribuição de renda. E, também, torna mais claro o ambiente eleitoral, facilitando a opção do eleitor, principalmente se ele for um trabalhador.

Estamos no mundo ideal? Não. Mas não há como negar esses avanços, propiciados durante o governo Lula.

José Pereira dos Santos
Presidente