Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região
Telefone (11) 2463.5300 / E-mail sindicato@metalurgico.org.br

 

Colunista convidado

Frente ampla em defesa
dos interesses do País

As forças políticas que defendem o interesse coletivo, a solidariedade, os direitos humanos e o meio ambiente, as relações de trabalho civilizadas e o respeito às liberdades, precisam urgentemente ampliar suas relações para os setores moderados, rompendo o isolamento em que se encontram na atual conjuntura brasileira.

Antônio Augusto de Queiroz é jornalista, analista político e diretor licenciado do Diap. Leia

Palavra do Pereira

Lazer é direito fundamental



Cidades de origem operária, como Guarulhos, crescem quase sempre sem planejamento e repletas de carências. Uma dessas carências é a ausência de opções de lazer. Leia

Releases

Justiça garante R$ 15 milhões a metalúrgicos da Persico
17/10/2007

Cerca de 700 empregados e ex-empregados da Persico Pizzamiglio (bairro Cumbica, Guarulhos) começam a receber amanhã em torno de R$ 15 milhões de verbas rescisórias. O pagamento encerra uma luta judicial de mais de 10 anos, após a decretação da falência da empresa. Hoje, a Pérsico funciona em recuperação judicial. Os valores são diferentes para cada trabalhador. Nesta quarta (17), serão entregues os primeiros cheques, de valor único de R$ 4 mil, para os contemplados com na vitória da Justiça. O Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região representa 352 metalúrgicos que ingressaram com ação. O restante é representado por advogados particulares.

O presidente do Sindicato, José Pereira dos Santos estará amanhã (quarta), às 11 horas, na sede da Persico, para acompanhar a entrega dos cheques. Ele afirma: “Após tantas lutas, quero compartilhar com os trabalhadores esse momento vitorioso e feliz”. O advogado do Sindicato, Marcílio Penachioni, explica: “Todos receberão uma primeira parcela, de R$ 4 mil. A partir daí, os valores serão pagos mensalmente. Cerca de 60% dos metalúrgicos receberão tudo a que têm direito em até um ano. O restante, em até 30 meses. Os valores serão corrigidos”.

História -
A ação na Justiça começou em 1996, quando foi decretada a falência da Persico. O diretor do Sindicato e ex-funcionário da empresa, Juscelino Marcelino Moreira, conta: “Sempre acreditamos na Justiça. Agora, é só comemorar”.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home
Receba nossa Newsletter: Nome Email