Bom dia!  Quarta 19/12/2018 07:35

• 4/12/2018 - terça-feira

Concluídas negociações com funilaria,
estamparia e cozinhas industriais

As negociações da nossa campanha salarial avançaram mais no início desta semana. Foram concluídos e assinados acordos com outros três grupos patronais, elevando o número de trabalhadores beneficiados para 65% da base. Até agora, dez grupos fecharam acordo.

Os novos acordos foram com os grupos patronais Siniem (Sindicato Nacional da Industria de Estamparia de Metais), Sindifupi (Sindicato da Indústria de Funilaria e Pintura do Estado de São Paulo) e Sindal (Sindicato dos Fabricantes de Equipamentos das Empresas Fornecedoras de Produtos e Serviços de Projeto, Montagem e Manutenção de Cozinhas Industriais).

Nosso presidente José Pereira dos Santos participou da assinatura das Convenções Coletivas de Trabalho, realizada segunda (3) na sede da Federação dos Metalúrgicos, em São Paulo.


Presidente Pereira assina primeiro acordo com grupo patronal, Sindipeças, em nossa campanha salarial

Pereira comenta: "As tratativas avançam em outros setores, podendo ter novidades até o final desta semana. O importante é que garantimos o reajuste de 5% também nestes três grupos, pagamento de abono, Pisos salariais e manutenção dos direitos nas Convenções Coletivas".

Como ficou - Veja o que foi negociado nos três grupos patronais:

Siniem - Reajuste de 5%, a partir de 1º de janeiro, sobre o salário de 31 de outubro (acima de R$ 8.419,88, fixo de R$ 420,99). Piso salarial será de R$ 1.415,51, nas empresas até 100 trabalhadores; R$ 1.527,87, de 101 a 350; e R$ 1.752,55, acima de 350 funcionários.

O abono salarial de 10% será pago em duas parcelas, com vencimento de 5% até 20 de dezembro e 5% até 21 de janeiro. As empresas que concederem o reajuste a partir de 1º de novembro ficam desobrigadas de pagar o abono.

Sindal - Reajuste de 5%, a partir de 1º de janeiro, sobre o salário de 31 de outubro (teto de R$ 8.845,00, fixo de R$ 442,25). Piso salarial passa a ser de R$ 1.403,00, até 100 trabalhadores; R$ 1.547,00, de 101 a 350 trabalhadores; e R$ 1.776,00, acima de 350 funcionários.

Abono salarial de 10% será pago em duas parcelas, com vencimento de 5% em 20 de dezembro e 5% em 20 de janeiro. As empresas que concederem o reajuste a partir de 1º de novembro ficam desobrigadas de pagar o abono.

Sindifupi - Reajuste de 5%, a partir de 1º de janeiro, sobre o salário de 31 de outubro. Piso salarial passa a ser de R$ 1.354,00, até 50 trabalhadores; e R$ 1.448,00, acima de 50 funcionários.

Abono salarial de 10% será pago em duas parcelas, com vencimento de 5% até 20 de dezembro e 5% até 20 de janeiro. As empresas que concederem o reajuste a partir de 1º de novembro ficam desobrigadas de pagar o abono.