Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região
Telefone (11) 2463.5300 / E-mail sindicato@metalurgico.org.br

 

Conheça mais a professora e ativista

Ela concorreu à Prefeitura de Guarulhos na última eleição. Seu partido é o PDT, o mesmo de Brizola e Darcy Ribeiro, o mesmo que coloca a Educação em primeiro lugar. Seu nome é Sandra Maria dos Santos, a professora Sandra.

Aos 60 anos, separada, mãe de dois filhos e avó de quatro crianças, Sandra irradia energia e simpatia. É comunicativa e consegue falar com desenvoltura sobre muitos assuntos.

Chama atenção sua facilidade pra dominar línguas. São sete: inglês, francês, alemão, espanhol, libras, braile, incluindo o grego - “a única das quais eu só falo, não sei escrever”. Também domina a linguagem de libras - pra pessoas portadoras de deficiência. Sandra, ao participar de curso na USP, ajudou o professor Fernando Capovilla a escrever o “Dicionário de Libras”.


Negra, batalhadora desde a adolescência, Sandra fala de um tema espinhoso: o racismo. Ela diz: “Às vezes, o racismo se manifesta na forma com que a pessoa te olha”. Na campanha eleitoral, chegou a ser atacada nas redes sociais. “Macaca”, por exemplo.

Ela retruca: “Sou negra, tenho consciência da cor da minha pele e valorizo muito a minha origem e condição”. Ela atribui as manifestações racistas à onda de ódio que tomou conta de setores políticos, no Brasil e no mundo. Mas Sandra Santos responde: “Eu prefiro o amor, espalhar o amor, o respeito e trabalhar pela dignidade das pessoas”.


Da recente campanha eleitoral, a professora Sandra extrai lições. “Acho que saí maior do que entrei, porque pude falar com as pessoas, ouvir pessoas, debater com outros políticos, me tornar mais conhecida e dizer livremente o que eu penso”, avalia.

Ainda sobre a política, ela valoriza a participação cidadã. A professora afirma: “As pessoas precisam descobrir o valor da participação política, e isso para todos, sejam jovens, brancos, negros, idosos, católicos, protestantes. Participar faz a diferença”.

Bancária, empresária, professora, assessora sindical, integrante da administração pública, Sandra Santos já fez muita coisa ao longo da vida. Mas a Educação é seu xodó. E ela gosta de ensinar alunos pobres ou pessoas em situação de desemprego.

“O que mais gosto enquanto professora é ver o aluno interessado, sentir que ele aprendeu, que eu consegui transmitir conhecimento. E mais do que isso, que eu consegui elevar sua autoestima, fazer renascer sua esperança e voltar a ter brilho nos olhos”.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home
Receba nossa Newsletter: Nome Email