Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região
Telefone (11) 2463.5300 / E-mail sindicato@metalurgico.org.br

 
• 12/1/2020 - terça-feira

Fechamento da Ford pode 
afetar empregos em Guarulhos

A Ford anunciou na segunda (11), o encerramento de sua produção de veículos no País. Nosso Sindicato manifesta o mais veemente repúdio que afeta as fábricas de Taubaté (SP), Camaçari (BA) e Horizonte (CE) e mais de 5 mil empregos no Brasil. Essa decisão pode afetar diretamente a produção das metalúrgicas de Guarulhos e Região. 
 
De acordo com o vice-presidente da nossa entidade, Josinaldo José de Barros (Cabeça), o fechamento da Ford provocará não só a demissão dos funcionários diretos, mas também afetará a cadeia produtiva. Ele diz: “Muitas empresas da nossa base fornecem peças para a montadora. Sendo assim, poderá haver demissões também em Guarulhos e Região”. 

Brasil – Para Cabeça, o fechamento da Ford prova o desgoverno de Bolsonaro no País. Ele afirma: “O governo federal é desarticulado e incompetente. Não tem diálogo com setor empresarial pra demonstrar políticas industriais que mantêm a manutenção dos empregos em plena pandemia”. 

São Bernardo - Primeira fábrica de automóveis do País, a Ford está em decadência há anos. Em fevereiro de 2019, fechou a planta de São Bernardo do Campo, deixando mais de 4 mil funcionários (diretos e indiretos), desempregados. Na ocasião, nosso Sindicato apoiou e esteve presente em grandes manifestações, para combater o fim da empresa.


2019 - Nossos diretores participam de ato em São Bernardo do Campo


Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home
Receba nossa Newsletter: Nome Email